Apreendidas oito toneladas de peixe e camarão juvenis

Autoridades do Mar, Águas Interiores e Pescas apreenderam cerca de oito toneladas de peixe e camarão juvenis, capturados no período de veda nas águas dos distritos de Dondo e Muanza, província de Sofala, na região centro de Moçambique.

O chefe da fiscalização daquela direcção provincial, César Maphossa, diz que devido ao facto de o texto legal sobre a veda incluir a proibição do transporte e o comércio do pescado capturado neste período, o seu sector apreendeu igualmente a embarcação e a viatura nas quais eram transportados o peixe e o camarão juvenis.

A proibição de extracção de peixe e não só foi decretada a 31 de Dezembro de 2017 e decorre até 31 de Março do corrente ano. A fonte, citada pelo jornal “Diário de Moçambique”, editado na cidade da Beira, destaca que as referidas quantidades foram capturadas por meio de pesca de arrasto por pescadores artesanais ainda não localizados. “O produto apreendido terá dois destinos. Se estiver deteriorado será incinerado, mas caso não será canalizado às instituições de caridade”, disse Maphosa. Maphossa anotou que a embarcação e o camião que transportavam o produto só serão restituídos aos proprietários mediante o pagamento das multas, que variam entre 100 e 300 mil meticais (um dólar equivalente a 60 meticais).

Acrescentou que a embarcação transportava cerca de 2.7 toneladas e saía de Muanza para abastecer o mercado da Beira, enquanto o camião, com 5.2 toneladas, partira da costa do Dondo também para Beira. Mas este último tentou empreender uma fuga, mas foi encontrado na zona da Casa Partida”, disse destacando que os referidos meios estão sob custódia da equipa multissectorial de _scalização. A fonte explicou que passados oito dias uteis (reservado para o pagamento das multas) os meios serão revertidos a favor do Estado de acordo com a lei.

Via Magazine Independente

Faça o primeiro comentário a "Apreendidas oito toneladas de peixe e camarão juvenis"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.