Telegram foi removido da loja do iPhone por causa de pornografia infantil

Na semana passada, o app do Telegram para iOS ficou horas indisponível na App Store por causa de uma violação dos termos de uso da loja da Apple. A explicação para isso veio agora: a Apple descobriu que o Telegram estava sendo usado para compartilhamento de pornografia infantil.

De acordo com o 9to5Mac, um e-mail enviado pelo gerente da App Store Phil Schiller a um leitor do site explica o que fez a Apple remover o popular aplicativo de mensagens.

“Os apps do Telegram foram removidos da App Store porque a equipe da App Store foi alertada de conteúdo ilegal, especificamente pornografia infantil, nos apps. Após verificar a existência de conteúdo ilegal a equipe removeu os apps da loja, alertou os desenvolvedores, e notificou as autoridades”, diz o e-mail.

 Quando o Telegram foi removido, o CEO da empresa, Pavel Durov, explicou que a Apple alegou “conteúdo inapropriado” para excluir o app, mas não entrou em detalhes.

Ainda não está claro exatamente como era feito o compartilhamento do conteúdo inapropriado, mas o 9to5Mac especula que o problema tenha sido causado por plugins usados dentro do aplicativo. Assim como o WhatsApp, o Telegram usa criptografia ponta a ponta, o que significa que não eram apenas imagens compartilhadas entre usuários, já que não é possível interceptar essas mensagens.

O Telegram voltou a ser disponibilizado na App Store algumas horas depois do episódio com correções para evitar que conteúdo inapropriado volte a ser compartilhado por ele.

Via Olhar Digital

Faça o primeiro comentário a "Telegram foi removido da loja do iPhone por causa de pornografia infantil"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.