Como evitar mau cheiro na sua vagina

A seguir, veja quais hábitos podem alterar a saúde da sua região íntima e, consequentemente, causar cheiro ruim na vagina.

Roupa justa – os tecidos justos impedem a respiração da região e facilitam a impregnação de fungos e bactérias nocivos. Para evitar, opte por peças mais larguinhas e feitas de algodão.

Higiene excessiva – pelos e secreções são essenciais para a proteção da região. Ao lavá-la muito, a tendência é que as bactérias e o fungos que antes viviam em harmonia, se proliferem desregradamente e causem doenças. Para evitar, faça a higienização normal durante o banho – dois por dia é suficiente.

Sabonete inadequado – sabonetes que limpam excessivamente ou que possuem substâncias químicas para alterar o cheiro ou a cor do produto podem causar irritações. Para evitar, opte pelo sabonete neutro, sem cheiro e sem cor.

Ducha vaginal – lavar o canal é arriscado porque altera toda a região, além de causar micro lesões. Para evitar, faça a higienização apenas por fora porque a vagina é capaz de se autorregular.

Absorvente diário – o produto abafa a região. Para evitar, utilize apenas no fim da menstruação. No dia a dia, prefira as calcinhas de algodão.

Além disso, outras características individuais e que não necessariamente tenham relação com maus hábitos também podem influenciar no odor da região.

Faça o primeiro comentário a "Como evitar mau cheiro na sua vagina"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.