Microsoft vai comprar LinkedIn por 23 mil milhões de euros

O acordo é um dos maiores negócios da história da Microsoft.

Fixe este número: 26.200 milhões de dólares (23 mil milhões de euros) ou 196 dólares (174 euros) por acção. É este o preço que a Microsoft vai pagar para comprar a rede social LinkedIn. A venda foi anunciada pelas duas empresas nesta segunda-feira e a Microsoft vai manter o presidente do LinkedIn, Jeff Weiner, à frente da plataforma.

“A equipa do LinkedIn fez crescer um negócio fantástico centrado em ligar os profissionais de todo o mundo”, afirmou o director executivo da Microsoft, Satya Nadella. “Juntos podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, bem como do Microsoft Office 365 e Dynamics, de modo a dar a cada pessoa e a cada organização do planeta mais poder”.

O LinkedIn, que tem uma comunidade à escala mundial de 433 milhões de pessoas, funciona como uma plataforma para contactos profissionais, com ferramentas tanto para quem procura trabalho como para recrutadores. Em 2015, as receitas da plataforma cresceram 35%, para 2719 milhões de euros. A empresa teve prejuízos de 151 milhões.

Faça o primeiro comentário a "Microsoft vai comprar LinkedIn por 23 mil milhões de euros"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.