Cidadão de 39 anos agredido até à morte por familiares

Um cidadão de 39 anos morreu após ser espancado por um grupo de seis pessoas, incluindo sua própria esposa. O crime ocorreu na madrugada de hoje no bairro Khongolote, na Matola, e tem motivações passionais.

A briga que terminou em tragédia começou às duas horas da madrugada desta quinta-feira, quando a esposa acusou o marido de voltar do serviço muito tarde, alegando que ele tinha relação com uma outra mulher. A discussão gerou uma luta entre o casal e a esposa fugiu para solicitar apoio. Minutos depois, ela volta a casa com cinco pessoas, incluindo a sua mãe, para agredir o marido.

Os vizinhos contam que uma hora depois do crime, a polícia deteve a esposa da vítima para indicar as outras pessoas que participaram na agressão. Já os familiares da vítima dizem que o casal vivia permanentemente em confusão e exigem justiça.

 Contactado, o porta-voz do Comando da PRM na província de Maputo disse que a polícia poderá se pronunciar amanhã, justificando que ainda está a reunir elementos de investigação.

Via O pais 

Faça o primeiro comentário a "Cidadão de 39 anos agredido até à morte por familiares"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.