Microsoft dá pista sobre fim da linha de smartphones Lumia

A Microsoft não deve desistir do Windows Phone (ou Windows 10 Mobile, como preferir), porque ele faz parte de uma estratégia maior da companhia de criar um só Windows para todos os tipos de tela, desde as pequenas (de smartphones) até as enormes (como TVs, com o Xbox). No entanto, a coisa não parece tão favorável para a linha Lumia.

Nesta quarta-feira, 18, a empresa vendeu o negócio de feature phones (os celulares simples, que não são ‘smart’ que havia adquirido com a compra da Nokia para a Foxconn por US$ 350 milhões. Não chega a ser surpresa, mas um pedacinho do comunicado enviado pela Microsoft à imprensa levantou uma suspeita sobre o futuro dos Lumias.

“A Microsoft continuará desenvolvendo o Windows 10 Mobile e suportar os celulares Lumia como o Lumia 650, 950 e 950 XL, e smartphones de parceiras como Acer, Alcatel, HP, Trinity e Vaio”, diz o comunicado.

O texto assegura: o Windows 10 Mobile não vai morrer tão cedo e continuará em desenvolvimento. No entanto, a empresa não diz o mesmo sobre os celulares Lumia, falando apenas em suportar os modelos já existentes.

Os rumores batem com a interpretação extraída do comunicado. A expectativa é que, de fato, não haja mais smartphones Lumia pela frente, e isso já era especulado desde janeiro deste ano. No entanto, espera-se que a Microsoft ainda não tenha desistido de produzir seus próprios celulares, e um “Surface Phone” pode dar as caras em 2017. Um comunicado interno da empresa vazado recentemente indica que já está em desenvolvimento a “próxima geração de produtos”, mas não especifica do que se trata.

O site The Verge entrou em contato com o a Microsoft para confirmar se este ponto de vista está correto, mas um representante deu uma resposta evasiva. “Não temos nada a compartilhar sobre nossos planos para futuros produtos”, foi a resposta. É possível que a companhia não tenha nada a compartilhar porque não há planos para os Lumias.

Via Olhar Digital

Faça o primeiro comentário a "Microsoft dá pista sobre fim da linha de smartphones Lumia"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.