Atriz pornô é ‘forçada’ a interromper carreira após ser detida com drogas

Fama

Laryssa Oliveira foi presa por tráfico, mas responde ao crime em liberdade.
Medida cautelar proíbe que atriz deixe a cidade de São Vicente para gravar.

A atriz de filmes pornográficos Laryssa Oliveira, que é conhecida como “Rafa Zaqui”, está afastada temporariamente da carreira após ter sido presa, na última terça-feira (10), por tráfico de drogas em São Vicente, no litoral de São Paulo. Agora, ela responde o crime em liberdade. Segundo o advogado dela, Laryssa é usuária de drogas e não pretende abandonar a carreira de atriz por causa do episódio.

Laryssa Oliveira cumpre medida cautelar em São Vicente. Ela não pode sair da cidade e precisa comparecer em juízo nas condições fixadas pelo juiz para informar e justificar atividades.

“Essa condição de cumprir em liberdade é para todos. Ela é ré primária e tem bons antecedentes. Na outra abordagem, que foi feita em Santos, ela só foi averiguada. Ela apenas prestou esclarecimentos. A decisão é legal, está fundamentada”, explicou o advogado de Laryssa, João Carlos Jesus Nogueira.

Por causa da medida cautelar, Larissa, que já tinha novas cenas para rodar em São Paulo, não está conseguindo fazer as gravações dos filmes pornográficos. Segundo Nogueira, ela tem um contrato fixo com uma produtora, mas o agente está sendo compreensivo e ajudando a atriz enquanto ela não pode voltar ao trabalho.

atriz1
“Ela é usuária de drogas, não estava vendendo. A Laryssa prefere não falar com a imprensa porque não quer se expor. Ela não quer mudar de profissão e pretende continuar com os filmes. Ela tem o contrato e tem que cumprir com os compromissos. O próximo é no fim do mês. Até lá vamos ver como fica a situação dela”, disse ele.

O inquérito ainda não foi concluído. O advogado aguarda o caso ser encaminhado para o Ministério Público para apresentar a defesa da jovem.

Caso
Segundo a Polícia Civil, Laryssa foi presa durante uma operação que visava intimar moradores do Jardim Guassú, em São Vicente, que forneciam drogas para a região. Ela foi flagrada por policiais mexendo em sacos com drogas enterradas.

Ao ser levada à delegacia, Laryssa revelou que era atriz pornô, mas, como estava suja e “irreconhecível”, os investigadores desconfiaram da afirmação da jovem. Após uma rápida pesquisa, foi confirmado que se tratava da atriz. Ela foi presa em flagrante e encaminhada para a cadeia feminina anexa ao 2º Distrito Policial do município de São Vicente.

Um juiz de São Vicente acatou pedido do advogado de Laryssa. Ele alegou que a atriz era usuária, e não traficante. O alvará de soltura foi cumprido durante a tarde de quarta-feira (11).

Carreira pornô
De acordo com o site da produtora de filmes adultos, Laryssa ‘Rafa Zaqui’ Oliveira mora na Baixada Santista e procurou a empresa para fazer testes de atriz. Ela acabou sendo aprovada e, desde então, já rodou seis filmes, se tornando um dos nomes mais requisitados para participações em filmes desse gênero.

Via G1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.