Liga dos Direitos Humanos diz que valas comuns são uma realidade

Uncategorized

A Liga dos Direitos Humanos garante que existem valas comuns na província de Manica e que as autoridades devem reconhecer que o país está em guerra. Falando hoje à imprensa sobre a situação política e económica, a agremiação propôs a criação de uma comissão parlamentar para apurar responsabilidades pelo endividamento do país.

Numa conferência de imprensa que além de jornalistas contou com representantes de partidos políticos, a Liga dos Direitos Humanos associou os corpos espalhados pelas matas, no distrito de Macossa, em Manica, a execuções sumárias e garantiu ter equipas no terreno que têm certeza da existência de valas comuns e que já há muito tempo os jornalistas e partidos políticos, mas não deram azo a informação.

Na comunicação sobre a situação política, económica e social, a presidente da agremiação, Alice Mabote reforçou que há necessidade de responsabilização pelo endividamento do país e pediu a criação de uma comissão parlamentar para seguir o assunto.

A terminar, a agremiação apontou a situação dos moçambicanos no Malawi, sequestros de membros de partidos da oposição e crime organizado como flagrantes violações dos direitos humanos.

Via O pais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.